Igor de cinco anos morreu na queda e Guilherme hoje cedo na Capital. (Foto: Arquivo familia)

Morreu nesta madrugada na Santa Casa de Campo Grande a terceira vítima do acidente aéreo com ultraleve que caiu na tarde de domingo na zona rural de Ivinhema. O garoto Guilherme dos Santos Fernandes de 13 anos não resistiu aos ferimentos. Ele tinha teve cerca de 90 por cento queimado e múltiplas fraturas. No momento do acidente o irmão dele Igor Davi dos Santos Fernandes tinha morrido na hora e vereador de Ivinhema e ex-delegado da Polícia Civil que pilotava a aeronave Messias Furtado de Souza de 55 anos morreu ontem cedo.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o ultraleve pilotado por Messias caiu por volta de 17h30 de domingo numa chácara na saída para Angélica. O vereador e Guilherme foram retirados da aeronave com auxílio de policiais militares que passavam pelo local e presenciaram o acidente.

Em seguida à queda o ultraleve pegou fogo e os dois tiveram mais de 80% do corpo queimado. O vereador e o adolescente foram levados para o Hospital Municipal de Ivinhema e posteriormente transferidos para o setor de queimados da Santa Casa de Campo Grande.

As causas do acidente estão sendo apuradas pela Polícia Civil.