Mulher acusada de tráfico é presa pelo SIG em Dourados

-

No quarto da mulher foram encontrados vários tabletes de maconha.(Foto: Divulgação)

Após a Guarda Municipal apreender na manhã de terça-feira (24) de um menor que trazia em uma mochila tabletes de maconha o Setor de Investigações Gerais (SIG), passou a realizar diligências visando efetuar a prisão da pessoa que estaria atuando na distribuição dessa droga, que seria destinada a vários bairros em Dourados.

As investigações apontavam que essa pessoa estaria convidando várias jovens, principalmente os com idade inferior a 18 anos, para distribuir a droga. Com isso os investigadores chegaram até uma mulher residente no Dioclécio Artuzi, cujo marido encontra-se preso na Penitenciária Estadual de Dourados (PED), que seria a pessoa responsável pelo aliciamento.

Detida, a mulher inicialmente negou o crime, mas depois afirmou que na casa dela tinha certa quantidade de maconha e que estaria apenas “guardando” o entorpecente. Segundo ela há cerca de 15 dias um desconhecido foi ate a sua casa e deixou lá cerca de 200 tabletes de maconha. Neste período várias pessoas teriam passado no local para retirar aos poucos os tabletes de maconha. Ela disse também que uma pessoa que está presa em Campo Grande iria pagar por ela ter ficado com a maconha.

No quarto dessa mulher foram encontrados vários quilos da droga. A acusada que não teve o nome divulgado foi presa em  flagrante por tráfico de drogas e corrupção do menor apreendido pela Guarda. Ele teve a prisão preventiva solicitada pelo delegado responsável pelo caso.

VEJA TAMBEM