A mulher já tinha aplicado o mesmo golpe anteriormente e desta vez acabou presa.(Foto: Divulgação)

Uma mulher que não teve o nome divulgado foi presa nesta quinta-feira em Ponta Porã acusada de sequestrar o próprio neto para tirar dinheiro da família. A extorsão foi descoberta durante a investigação feita pelos policiais civis de Ponta Porã e do GARRAS (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assalto e Sequestro), de Campo Grande. A mulher alegava que tinha sido sequestrada juntamente com a criança.

Os investigadores pediram para a família manter a calma e prosseguir com as negociações e o valor do resgate foi estipulado. Como eles já desconfiavam da participação da avó no caso, um local para a entrega do dinheiro foi marcado e quando a mulher chegou de o ponto estabelecido, recebeu voz de prisão.

Um taxista que tinha sido contratado pela mulher também foi preso e a polícia investiga a participação dele no caso. A mulher estaria com dívida em cassinos da fronteira e já teria simulado o próprio sequestro em outra oportunidade e teria conseguido receber cerca de R$ 10 mil para ser “libertada”. Os familiares disseram que neste caso não acionaram a polícia e que já vinham desconfiando da mulher.

A criança já está com os pais e as investigações prosseguem para saber se há mais pessoas envolvidas no caso.