Apesar do susto não houve feridos graves no acidente. (Foto: Divulgação)

Um ônibus com 45 passageiros se envolveu em acidente na manhã desta sexta-feira (8), no km 361 do anel viário da BR-262, no Distrito Indubrasil, em Campo Grande. O acidente, uma colisão traseira seguida de saída de pista, teria sido provocado pela condutora de um veículo Gol que parou sobre a pista para fazer uma conversão.

Como o local era próximo à saída de uma rotatória, o condutor do ônibus não teve tempo de desviar ou parar o veículo, ocorrendo a colisão que poderia ter terminado em tragédia. Embora adesivado como Escolar, o ônibus não transportava estudantes, mas internos do Centro Penal da Gameleira, conhecido como Presídio da Gameleira.

Os internos acabavam de sair do presídio e eram levados para o Curtume Quallypeles, localizado no Núcleo Industrial onde prestam serviço durante o período diurno. Apesar do local do acidente ser perigoso por conta de desnível entre a pista e sua lateral, o condutor do ônibus conseguiu evitar que ele capotasse ou tombasse, o que poderia provocar número considerável de vítimas, inclusive fatal.

O Corpo de Bombeiros encaminhou para o local várias equipes de socorristas, mas todos os ocupantes do ônibus referiram apenas dores pelo corpo por conta de pancadas e recusaram socorro. Apenas a condutora do Gol sofreu lesões, mas definidas como sem riscos. Os internos pouco tempo depois foram embarcados em outro ônibus e seguiram para o curtume.

Quallypeles

Ainda pela manhã a administração do curtume foi procurado pelo site Tempo MS na tentativa de obter informação sobre a forma de contratação das pessoas, uma vez que são custodiadas do Estado. Entretanto, quem atendeu a ligação, após um breve intervalo, respondeu que a pessoa que poderia falar sobre o assunto não estava na empresa e desconhecia se retornaria. Até o fechamento dessa reportagem, não houve retorno da ligação.