A Polícia Civil, por meio da DEPCA (Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente), desencadeou nesta quinta-feira (29) a operação “Deep Caught 3”, em repressão a abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet. foram expedidos quatro mandados de busca e apreensão em Campo Grande. Desde as primeiras horas do dia, equipes da Polícia Civil estão nas ruas em busca dos alvos.

Na casa de um dos suspeitos, a polícia localizou arma de fogo e munições. Computadores e outros produtos eletrônicos foram apreendidos. A pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão, de 3 a 6 anos pelo compartilhamento e de 4 a 8 anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual. A previsão está no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Deep Caught – O nome da operação refere-se ao trabalho investigativo realizado pela Polícia Civil no ambiente da deep web, como é chamada a parte “obscura” da internet, onde costumam atuar os criminosos, e com a consequente localização.  A expressão em inglês, equivale a algo buscado na profundeza.