Os policiais conseguiram cumprir todos os mandados nesta terça-feira.(Foto: Divulgação)

O GAECO de MS com o apoio da Polícia Militar cumpriu nesta terça-feira (26), 17 mandados de prisão preventiva e 11 de busca e apreensão nas cidades de Ponta Porã, Rio Brilhante, Antônio João, Três Lagoas, Dourados e Uberlândia (MG) com o apoio do GAECO de Minas Gerais.

A ação foi para desbaratar organização criminosa dedicada ao tráfico de drogas na região de Ponta Porã. A investigação teve início com informações oriundas do GAECO de Minas Gerais. O Gaeco de Mato Grosso do Sul realizou as investigações e hoje deflagrou a operação com a prisão de todos os membros da Organização, por isso o nome: “Operação Fim da Rota”.

Todos os mandados desta operação cumpridos, sendo que os líderes da organização criminosa foram mortos em confrontos com policiais militares de Minas Gerais e Goiás em novembro do ano passado durante uma grande apreensão de drogas e no último final de semana com policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), quando um dos integrantes levava para o Paraguai um veículo roubado.

Leandro Schenatto, 37 anos, trafegava pela rodovia MS-462, região de Maracaju em uma Ranger roubada que era levada para o Paraguai. Desobedecendo ordem de parada ele atirou contra a equipe do DOF e seguiu em fuga sempre atirando contra os policiais chegando a acertar o para brisa da viatura.

Durante a perseguição Leandro perdeu a direção do veículo que acabou capotando. Nem assim ele se entregou continuando a atira contra os policiais que revidaram e ele acabou baleado e morreu quando era socorrido.