Os mandados estão sendo cumpridos na manhã desta terça-feira. (Foto: Adalberto Domingos)

Foi batizada como Purificação, a operação que está sendo realizada na manhã desta terça-feira pela Polícia Federal em Dourados. Os agentes cumprem oito mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária e visa alvos ligados a Secretaria Municipal de Saúde e a FUNSAUD (Fundação de Saúde de Dourados), que administra o Hospital da Vida e a UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

Segundo o Campo Grande News, a investigação tem o objetivo de combater a corrupção em licitação para a aquisição de refeições a pacientes e funcionários de hospitais de Dourados.

De acordo com a assessoria da PF, o esquema consistia em fraudes por meio de possível direcionamento na licitação e na execução do contrato com a prefeitura, causando prejuízos ao erário público de milhares de reais.

Os federais estão divididos em oito equipes formadas por 32 policiais federais que cumprem os mandados expedidos pela Justiça Federal em Dourados e estariam relacionados a crimes de estelionato qualificado, uso de documento falso e associação criminosa.

Segundo a Polícia Federal, o nome da operação faz referência a depurar, expurgar, sanear, os processos licitatórios da administração pública de Dourados.

O delegado responsável pela Operação Purificação dará uma entrevista coletiva para os jornalistas às 10h, na sede da PF em Dourados.