Foto – divulgação

Dois paulistas foram presos pelo DOF – Departamento de Operações de Fronteira na madrugada de hoje (16), após vir ao Mato Grosso do Sul “testar a qualidade da droga” que compram.

Os políciais abordaram próximo a um assentamento no município de Ivinhema, um Toyota Corolla branco, com placas de Rio Claro (SP) ocupado por um homem de 32 anos e outro de 33 anos.

Depois de entrar em contradição por diversas vezes, a dupla informou que o motivo da viagem era verificar a qualidade da maconha que compram e que a droga estaria numa fabrica de ração. No local, foram encontrados 214 quilos de entorpecente divididos em fardos.

O motorista de 32 ans, trouxe o homem de 33 anos para testar o produto e depois viriam a Dourados para definir com outras duas pessoas como levar a droga para cidade de Descalvado, no estado vizinho.

Em uma residência em Dourados, foram encontrados o suposto dono da droga e outro envolvido, de 42 anos, proprietário do imóvel. Segundo o mesmo, ele só auxiliava na logística do transporte. O Corolla e um Gol seriam usados por eles para fazer o serviço de batedor.

O dono da residência disse aos militares que conhecia os três paulistas de contatos feitos através da cadeia e que não foi ao local onde estava o entorpecente porque estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. Os quatros e a maconha foram encaminhados à DEFRON (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira).