O entorpecente destruído foi apreendido em ações das forças policiais na região de fronteira.(Foto:Divulgação PC)

Uma grande quantidade de entorpecente apreendido nos últimos meses na região de Amambai foi incinerada ontem (3) em um forno de uma cooperativa daquela cidade. Ao todo foram destruídos 16 toneladas de maconha, cocaína, skank e haxixe apreendidos em operações realizadas pela Polícia Civil, Militar, Rodoviária Estadual e o Departamento de Operações de Fronteira.

A cidade de Amambai fica em um ponto estratégico para a segurança pública já que está na roda do tráfico de drogas pela proximidade com Capitan Bado cidade paraguaia que faz fronteira com Coronel Sapucaia no Mato Grosso do Sul. A região de Capitan Bado concentra grande parte do plantio de maconha que é produzia e entra no Brasil através da fronteira sul-mato-grossense.

A destruição do material que estava estocado nos depósitos da Polícia Civil foi comandada pelos delegados Larissa Cerpa e Caio Macedo e teve o acompanhamento do Ministério Público Estadual, da Vigilância Sanitária local e do Exército Brasileiro que fez o transporte do material.