A Polícia Federal cumpriu nesta segunda-feira (13)  um Mandado de Prisão e sete Mandados de Busca e Apreensão em Ponta Porã. Os imóveis que foram alvos das buscas eram localizados próximos à rodoviária da cidade, sendo um deles uma residência de alto padrão, sendo outros imóveis utilizados para reuniões e outras como depósito.

O foragido, que usava documento falso, foi surpreendido pelos Policiais Federais por volta das 13h. Natural de Nova Esperança (PR), o chefe da organização criminosa, de 41 anos, mandava carregamentos de cocaína para as regiões Sul e Sudeste do País e já havia sido alvo da Polícia Federal na Operação Stinger, em 2015.

Desde então estava foragido, sendo que informações obtidas através de ações de inteligência revelaram que estava residindo novamente no Brasil. Durante as buscas, nas quais houve o apoio de Policiais da Força Nacional de Segurança Pública, foram apreendidos sete veículos: uma Dodge Ram, uma VW Amarok, um Chevrolet Cruze, no qual havia um “mocó” (compartimento dissimulado para ocultar objetos ilícitos), um VW Gol, duas Fiat Strada e uma moto XT 660; três pistolas: uma Glock .40, uma Glock .380 e uma Ruger .380, além de munição; R$ 10 mil  e 16 (dezesseis) celulares.

Os bens apreendidos e o preso foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal em Ponta Porã. Outros seis indivíduos prestaram esclarecimentos para a Polícia Federal.