Momento que a brasileira é colocada na caminhonete usada na fuga.(Foto: Reprodução)

Duas oficiais da Polícia Nacional do Paraguai foram presas nesta quarta-feira (28) em Pedro Juan Caballero, acusadas de facilitar a fuga de uma brasileira que tinha acabado de ser condenada a sete anos de cadeia por tráfico de drogas.

O suposto resgate teria acontecido no começo da noite de ontem (27) no Hospital Regional de Pedro Juan para onde Luzinei Diana Maciel, tinha sido levada depois do julgamento. Ela passaria por exames médicos antes de ser levada para a ala feminina da Penitenciaria Regional, por estar grávida. Na versão das policiais que faziam a escolta de Luzinei, homens armados em uma caminhonete teriam resgatado a mulher, mas imagens de câmeras de segurança mostram que a condenada foi simplesmente levada e entregue para os ocupantes do veículo.

As policiais afastadas foram identificadas como Juliana Josefina Ojeda e Narcisa Bareiro Franco e estão detidas na sede de Investigação Criminal da Polícia Nacional e serão ouvidas pelo Ministério Publico do Paraguai.

A brasileira foi presa em 2016 na casa dela em Pedro Juan Caballero,acusada de estar de posse de uma tonelada de maconha. Depois de ficar por algum tempo na cadeia, ela aguardava o julgamento em liberdade.