O paciente fugiu do hospital, mas voltou neste domingo em busca de ajuda médica.(Foto: MS EM FOCO)

O presidiário Flávio Rosa de Matos de 32 anos, que tinha fugido do Hospital da Vida na noite de sexta-feira (27), voltou há pouco para aquela unidade de saúde pedindo ajuda. Com muita dor e com uma possível infecção generalizada, Flávio Rosa estava com o dreno que foi colocado durante a cirurgia a que ele foi submetido.

De acordo com informações ele tinha dado entrada no HV no dia 25 depois de ser espancado na Penitenciária Estadual de Dourados (PED). Com vários ferimentos pelo corpo ele foi inicialmente levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas os médicos constataram que ele precisava passar por um cirurgia, sendo então encaminhado para o Hospital da Vida.

Depois de ser operado ele fugiu na sexta-feira e disse que deixou o local pois estava com saudade da filha e que não pode voltar para a PED pois está “jurado de morte” e por isso teria sido espancado.

Na manhã deste domingo o fugitivo chegou no hospital de carro, levado pela esposa. Ele reclamava de dores e apresenta quadro de infecção. A Polícia Militar deverá abrir um inquérito para apurar em que circunstância ocorreu a fuga.