A pistola tomada durante o assalto foi recuperada. (Foto: Oswaldo Duarte)

Dois homens acusados de vários roubos e assaltos em Dourados e que fazem parte de uma organização criminosa foram presos na tarde desta quarta-feira (7) por policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) em uma propriedade rural na saída para Caarapó na periferia de Dourados.

Adriano Aparecido Souza Plácido de 35 e Rener Pimentel de 21 anos são apontados pela polícia como marinais de alta periculosidade e que estariam praticando diversos crimes na cidade. Eles são investigados inclusive na tentativa de assalto ao senador eleito Nelsinho Trad no dia 28 de setembro na região central de Dourados.

O segurança do político reagiu e por pouco não foi morto pelos marginais que levaram dele uma pistola calibre 40 que foi apreendida ontem logo depois que uma moto XRE 300 foi tomada de assalto e houve perseguição e um adolescente acabou apreendido e dois assaltantes fugiram. A ação foi da Polícia Militar.

Uma mulher também foi presa e com isso os investigadores do SIG tiveram detalhes do grupo e na tarde de hoje os dois foram presos. Duas mulheres que tentavam dar fuga para Adriano e Rener também foram detidas e levadas para o 1º Distrito Policial.