Os investigadores ainda conseguiram recuperar parte do material furtado. (Foto: Adalberto Domingues)

A presença de um Corsa branco nas proximidades de locais de furto e arrombamentos foi uma das pistas que levou os Investigadores do Setor de Investigações Gerais da Polícia Civil de Dourados prender uma quadrilha acusadas de diversos furtos na região do Parque Alvorada, Santa Fé, Jardim dos Cristais, Altos do Indaiá e Jardim Guaicurus.

Segundo a polícia, o grupo escolhia casas sem cercas elétricas ou que estivessem com esse equipamento de segurança inoperante. Eles também agiam em residências que possuíam cercas elétricas onde causam um curto circuito para desativar o sistema e entrar nos locais. Para entrar nas casas eles também desmontavam o interior das fechaduras e arrombavam as janelas usando uma chave de fenda. O Corsa branco era usado por um dos três marginais para avisar no caso da chegada de alguém e também para carregar os produtos furtados.

Foram presos João Paulo Neto Ribeiro, de 18 anos, Edmilson da Silva Ribeiro, de 20 anos e Luiz Gustavo de Souza Fetsch, de 27 anos, que era o dono do carro usado pela quadrilha e um adolescente de 14 anos. Eles confessaram o furto em cerca de 20 residências nos últimos meses. Parte do material furtado nos últimos dias foi recuperado.

Os três maiores de idade tiveram a prisão preventiva solicitada pela polícia e o menor foi apreendido e encaminhado para a Unidade de Internação Laranja Doce a UNEI.

Luiz Gustavo, Edmilson e João Paulo foram presos pelo SIG. (Foto: Adilson Domingos)