Parte da maconha apreendida pelos militares. (Foto- Divulgaçao)

As Forças de Segurança de Mato Grosso do Sul estão diante de mais uma ação de traficantes tentando escapar principalmente em casos de perseguição em rodovias, estradas ou perímetro urbano. A exemplo de assaltantes que explodem agências bancárias, inclusive no “novo cangaço”, traficantes passaram a usar os chamados “miguelitos”, pedaços de ferro pontiagudos e entrelaçados com solda para furar pneus de viaturas em caso de perseguição.

As polícias já tinham informação sobre essa prática, o que acabou sendo comprovada em uma ação da Polícia Militar Rodoviária – PMR na região de Maracaju. Após atendimento a um acidente nessa sexta-feira, equipe da PMR seguia em patrulhamento pela MS-162, região de acesso ao distrito de Itahum. Em meio a abordagens os policiais perceberam que um veículo Space Fox foi abandonado na rodovia e seus ocupantes fugiram pela mata da região.

No interior do veículo os policiais constataram grande quantidade de fardos e tabletes de maconha. A carga chegou a 883,10 quilos da droga completamente exposta dentro do veículo.

“Miguelitos”

No assoalho do carro que estava com placas de Goiânia, provavelmente frias, os policiais encontraram grande quantidade de grampos utilizados contra as polícias. A aparência dos grampos indicam que ainda não devem ter sido utilizados.

Nesse episódio os “Miguelitos” podem não ter sido lançados na estrada em razão dos policiais estarem trafegando em sentido contrário do traficante que preferiu abandonar veículo e carga. Com a constatação da manobra, as forças policiais estão sendo alertadas em todo o estado.