Barbosinha comemora anúncio de obras da segunda fase do Hospital Regional de Dourados

-

O Diário Oficial do Estado traz, na edição desta sexta-feira (11), o anúncio da abertura de licitação, na modalidade de concorrência, para a contratação de empresa que será encarregada de construir o prédio do Centro de Diagnóstico e Especialidades Médicas, no município de Dourados.

“Esse nova obra vai integrar o complexo do Hospital Regional de Dourados, que o governador Reinaldo Azambuja já prometeu que vai entregar até novembro, na primeira fase de construção e agora fico muito feliz em ver que, com a licitação do Centro de Diagnósticos, atende nosso pedido para não interromper o processo. As obras vão continuar e esse anúncio já significa o início da segunda fase”, comemorou o deputado Barbosinha (DEM), que vem acompanhando todo o processo de evolução desse projeto.

O Centro de Diagnóstico será um amplo serviço que terá equipamentos de última geração para realização de modernos exames como tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética, ultrassonografia com dopplervelocimetria, endoscopia e colonoscopia, raios-x digital, eletroencefalograma, eletrocardiograma, densitometria óssea, laboratório de análises clínicas, teste ergométrico, holter 24 horas e eletroneuromiograma, entre outros.

“Isso significa que o paciente, atendido no Hospital Regional, não vai mais precisar sair em busca de outro lugar para encaminhar os exames que o médico pedir. Ali mesmo, no complexo, terá toda a estrutura do Centro de Diagnóstico, o que, sem dúvida, facilita mais ainda para as pessoas que acorrem a Dourados, dos municípios da macrorregião, para receber a assistência de saúde”, destacou Barbosinha.

O Hospital

Depois de pronto, o hospital terá demandado investimentos da ordem de R$ 43 milhões e atenderá pacientes dos 34 municípios das regiões da Grande Dourados, Conesul e Faixa de Fronteira, com leitos de especialidades, área de isolamento, UTI adulto, UTI Neonatal e pediátrica, leitos de observação adulto, centro cirúrgico e obstétrico, farmácia, unidade de nutrição, anexo de serviços, pronto atendimento e observação de isolamento, recuperação e pós-anestésica, totalizando 210 leitos em uma área de 10.970 metros quadrados.

VEJA TAMBEM

MS em Foco. Todos os direitos reservado.