A sessão ordinária contou com a participação do secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, e o deputado estadual Renato Câmara.(Foto: Assessoria)

A Câmara de Dourados recebeu durante a sessão ordinária desta segunda-feira (29), o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende. Durante fala na tribuna livre, o deputado federal licenciado discorreu sobre ações de combate à Covid-19 em Mato Grosso do Sul e também em Dourados, afirmando que o crescimento dos casos no município é uma das preocupações da Secretaria. O parlamentar anunciou ainda, mais 3 mil testes rápidos para o município que deverão ser disponibilizados já nos próximos dias.

Durante a participação, através de plataforma on-line, Geraldo Resende pontuou as ações realizadas pelo Estado no combate ao Coronavírus, desde o início da pandemia, como a construção do Centro de Operações de Emergência (COE) e a implantação o drive thru. “Nosso objetivo é tornar Mato Grosso do Sul como referência no combate à Covid-19”, apontou. O deputado licenciado também anunciou que, no próximo dia 02, Dourados receberá a doação de 60 novos leitos clínicos que serão doados por empresa privada, além de uma série de medidas que o Estado está implantando para amparar o município.

O secretário ressaltou que tem se preocupado com o crescimento exponencial da doença, principalmente no mês de junho, tanto no número de casos quanto no de óbitos. “Estamos nos últimos dias de junho e temos hoje cinco vezes mais casos do que em todo mês de maio”, verificou. Geraldo Resende ainda destacou que a maioria das mortes ocasionadas pela doença ocorreram na macrorregião de Dourados, somando 45 óbitos. Na microrregião, que envolve Dourados e mais 11 municípios, foram contabilizados 36 óbitos.

“O crescimento que se verifica em Dourados é a maior preocupação da Secretaria. Nós sabemos que precisamos estar sintonizados para monitoramento de cada caso da Covid e no rastreamento de todos os contatos, só assim podemos evitar a expansão da doença”, mencionou o secretário.

“Nós temos uma preocupação coletiva com o alto número de casos e também precisamos rapidamente da ampliação de leitos. Com isso, na semana passada, oficiei o Ministério Público Federal e Estadual e também as Secretariais Municipal e Estadual de Saúde, para que possamos buscar um aumento efetivo no número de leitos, sendo que isso fará com que teremos maior tranquilidade”, comentou o presidente da Casa de Leis, vereador Alan Guedes (Progressistas). “Espero que todos nós, juntos, possamos contribuir para a maior integração das ações entre o Estado e o Município, para eu possamos ter resultados mais efetivos”, completou.

Junho Prata

Ainda participou da tribuna livre o deputado estadual e coordenador da Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Renato Câmara (PMDB), que dissertou sobre a importância do Junho Prata, mês de enfrentamento à violência contra a pessoa idosa.

O deputado apontou que, durante a quarentena, a violência contra a pessoa idosa cresceu 29%, afirmando que ações têm sido realizadas e discutidas pela frente parlamentar para combater este avanço. Renato Câmara ainda apontou que os abusos cometidos não são somente físicos, mas também verbais e, principalmente, financeiros.

“Estamos realizando uma corrente de ações onde buscamos dar dignidade a pessoa idosa, para que ela possa ser respeitada, através de políticas públicas que façam com que a Lei possa ser cumprida”, ressaltou Renato. “Atualmente a população de Mato Grosso do Sul possui 14% de

pessoas idosas, cerca de 410 mil, sendo que daqui a 30 anos este número será mais do que o dobro, com aproximadamente 900 mil idosos. Por isso temos que fazer esta ‘avenida’ para que possamos chegar lá na frente e termos condições melhores para tantos milhares de idosos, que querem ser respeitados e ter dignidade, tendo seus direitos cumpridos, sendo felizes em mais uma etapa de suas vidas”, completou.

Pela Câmara de Dourados, o vereador Sergio Nogueira (PSDB) é autor da Lei nº 4.322, em que dispõe junho como o mês de combate à violência contra pessoa idosa, o Junho Prata no município, que visa realizar ações para conscientizar a sociedade sobre o tema.

Ordem do Dia

Em 1ª discussão e votação, foi aprovado o Projeto de Lei Complementar nº 019/2020 (09), de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre a instituição do Programa de Conciliação de Débitos com o Município de Dourados-MS (Refis).