Madson Valente criticou a falta de planejamento da administração municipal. (Foto: Thiago Morais)

O vereador Madson Valente (DEM) apontou que Dourados passa por uma crise pela falta de planejamento. O parlamentar, desde o início do seu mandato atual, tem se posicionado deforma contundente, cobrando a atual administração quanto à apresentação de um planejamento para Dourados, algo que, de acordo com o vereador, nunca aconteceu.

Na opinião de Madson, a atual gestão não se adequou a nova realidade econômica por qual passa o país, visto que a crise mundial atingiu o Brasil e começou impactar os municípios no ano de 2014, tendo a gestão passada se submetido para se enquadrar e honrar os compromissos.

Diante desta nova ordem econômica, muitos imaginavam que a atual gestão seria austera e reduziria, principalmente, o tamanho da máquina administrativa, entretanto o vereador ressalta que o primeiro projeto enviado pelo executivo municipal para Casa de Leis foi para o aumento de cargos de confiança, que, para o parlamentar, foi o grande sinal que seria “um governo de linha populista, sem coragem de fazer enfrentamentos para alinhar e adequar a administração municipal, optando por um modelo de gestão de visão míope e que colocou o município para servir aos apaniguados políticos”. Isso somente contribuiu, conforme Madson,para promover a instabilidade por qual passa Dourados.

“Todas as advertências que, enquanto parlamentar, eu pudesse fazer, eu fiz. Nunca votei fui a favor do aumento de cargos de confiança, me posicionei, fui para o debate. Todas as situações negativas que Dourados foi submetida, eu também me posicionei, sempre adverti a sociedade douradense que o município não poderia permitir que tamanho retrocesso tivesse legitimidade, entretanto, infelizmente, de forma democrática o atual projeto venceu as eleições, isso eu respeito, mas lamento até hoje, pois sempre adverti. Novos tempos, visão moderna, poder empreendedor, zelo social, planejamentos definidos, tudo isso são exemplos daquilo que um governo deve ter, portanto sou solidário, principalmente com o funcionalismo público, que faz a máquina pública girar, entretanto com esta ausência de ações, a população sofre as consequências”, disse Madson.

O vereador ainda citou os diversos anúncios de reforma administrativa e que todos foram frustrantes, pois nunca aconteceram.