Lia Nogueira reforça necessidade de asfalto em trecho de acesso a bairros da região sul de Dourados

-

Em visita nesta quinta-feira (29) a vários bairros da região sul de Dourados (uma das localidades que mais crescem no município), a vereadora Lia Nogueira (PP) reforçou a necessidade de obras de pavimentação asfáltica em alguns trechos. Entre os acessos a serem pavimentados, segundo a parlamentar, está um pequeno trecho da rua DA1 com a rua 3, no acesso que liga os bairros Harrison de Figueiredo e Dioclécio Artuzi.

O cruzamento serve como linha do transporte coletivo na região e também tem um grande fluxo de veículos de passeio e motociclistas. “É um pedaço que faltou para ser pavimentado e que, além de não representar altos custos ao município, irá facilitar para os moradores aqui do Dioclécio Artuzi, Harrison de Figueiredo e também do residencial Idelfonso Pedroso. Uma obra tão simples e necessária à comunidade e não justifica um trecho desses estar assim há anos”, pontuou Lia.

Em contato com moradores da região, a vereadora foi informada de que o trecho entre as ruas DA1 e 3 já teria tido os recursos empenhados para a execução das obras, no entanto o asfalto até hoje não saiu do cronograma. Ademir Machado Vargas, morador no Harrison de Figueiredo, é um dos que reclamam da situação. O entregador de gás faz diariamente o trajeto e, segundo ele, as condições de tráfego são péssimas.

Para o morador, não há motivos para que o pequeno trecho ainda continue com buracos e dificuldade de acesso, já que boa parte daquela região recebeu asfalto. “O que a gente sabe aqui é que essa parte da DA1 com a rua 3 já foi asfaltada. Pelo menos é o que o pessoal fala, mas a verdade é essa que vocês estão vendo aqui, um monte de buraco e o perigo para a gente que anda de moto todo dia por aqui”, denunciou o morador.

Após ouvir as solicitações da comunidade local, Lia Nogueira se comprometeu em fazer uma indicação e ofício à Prefeitura de Dourados, por meio da Secretaria Municipal de Obras, cobrando explicações. “A comunidade paga altos impostos, como o IPTU, e precisa ter suas demandas atendidas. Esse caso é ainda mais grave porque os moradores garantem que os recursos para o asfalto foram viabilizados e até hoje a obra não foi concluída. Vamos cobrar explicações do município e a efetivação dos serviços”, finalizou Lia Nogueira.

VEJA TAMBEM

MS em Foco. Todos os direitos reservado.