A ministra e o vice-governador apoiam a pré-candidatura de Barbosinha. (Foto: Assessoria)

“Vivemos em uma democracia, por isso mesmo, o eleitor tem o direito de escolha. Se você votou em um determinado candidato e ele não é bom, pode tirar e por outro. Ainda assim, a escolha de um candidato não pode ser feita de forma irresponsável. É preciso escolher alguém que esteja capacitado, que tenha demonstrado competência e conhecimento por onde passou”.

Assim, a ministra Tereza Cristina (da Agricultura e Pecuária) definiu a responsabilidade que cabe ao eleitor, considerando o processo eleitoral deste ano no Estado.A ministra participou, em Dourados, neste sábado (15), da abertura da série de encontros que o Democratas, partido do qual é vice-presidente no Estado, vai realizar em todas as regiões de Mato Grosso do Sul, visando estimular o fortalecimento da legenda.

No Município, o nome indicado para fazer a disputa de 2020 é o do presidente do diretório local, deputado Barbosinha. “Precisamos fazer do DEM um partido que caminhe sozinho, não isoladamente, porque temos e reconhecemos a importâncias dos aliados. Queremos nos somar aos partidos que querem ter gestores de municípios, para isso o Democratas convoca aqueles que são adeptos da boa política para virem conosco”.Barbosinha foi enfático ao destacar o bom momento vivido pelo partido.

O Democratas, segundo ele, tem um projeto para o Brasil, para o Estado e para Dourados e lembrou que está à frente desse projeto local porque já foi testado e aprovado como deputado estadual por dois mandatos, presidente da Sanesul e secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública. “Nunca tivemos um cenário tão favorável. Conheço os caminhos de Campo Grande e sei que em Brasília, podemos chegar ao presidente Bolsonaro pelos nossos ministros, Tereza Cristina e o Mandetta [o ministro da Saúde teve problemas de locomoção, mas ainda chegou para o encerramento do Encontro de Dourados] para promover as ações que Dourados precisa para recuperar o desenvolvimento econômico”, destacou o pré-candidato.

“O Barbosa [Barbosinha] tem todas as qualidades que um partido quer quando faz a opção pela escolha de um pré-candidato: é honesto, trabalhador, competente, já provou que sabe como fazer e vai fazer muito mais por Dourados”, enalteceu o colega dele na Assembleia, deputado Zé Teixeira, primeiro secretário da Casa.

“Temos projeto para cada cidade e para o Estado. Vamos percorrer os municípios, construir essas candidaturas e elevar o nome do Democratas nessa caminhada”, anunciou o presidente estadual da legenda, o vice-governador e secretário estadual de Infraestrutura, Murilo Zauith.

O pré-candidato a prefeito de Dourados, Barbosinha, convocou os demais partidos para construírem juntos essa caminhada. “Me preparei, como advogado, professor, presidente da Sanesul que promoveu uma revolução na área de saneamento em todo o Estado e como secretário de Justiça e Segurança Pública que colocou Mato Grosso do Sul no topo das unidades da federação que mais prende, mais apreende drogas e que mais resolve os crimes, garantindo a reeleição do governador [ele foi líder de Reinaldo Azambuja na Assembleia no primeiro ano do segundo mandato] e posso dizer que a partir de agora vamos acelerar o trabalho para levar Dourados ao porto seguro que todos desejam”.

Cerca de 15 prefeitos e centenas de vereadores de vários partidos se somaram às mais de 500 pessoas que lotaram o auditório da Associação Comercial onde foi realizado o encontro dos democratas.