Projeto de Juscelino sobre agressores de mulheres é aprovado e vai à sanção do prefeito

-

O Plenário da Câmara de Dourados aprovou na sessão ordinária desta segunda-feira (20), em segunda discussão e votação, projeto de lei de autoria do vereador Juscelino Cabral (DEM,) que dispõe sobre a garantia de que agressores de mulheres e crianças não possam assumir cargos públicos no município de Dourados.

Para Juscelino, eliminar todas as formas de violência contra as mulheres e meninas nas esferas pública e privada é uma das metas do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável, garantindo assim os seus direitos.

“Pode-se considerar a violência contra a mulher como um atentado à vivência feminina e como prática social do não reconhecimento da importância da vida da mulher”, destaca Juscelino.

O projeto agora será encaminhado ao executivo para ser sancionado e passar a ser lei municipal.

VEJA TAMBEM

MS em Foco. Todos os direitos reservado.