Renato Câmara institui a Frente Parlamentar de desenvolvimento da suinocultura em MS

-

Renato Câmara acredita que novo grupo de trabalho poderá impulsionar o desenvolvimento da cadeia produtiva dos suínos no Estado. (Foto: Toninho Souza)

O deputado estadual Renato Câmara (MDB) apresentou na manhã (4) desta terça-feira o requerimento para instituir a Frente Parlamentar para o Desenvolvimento da Suinocultura no Mato Grosso do Sul. Entre os principais objetivos do grupo de trabalho estão reunir parlamentares preocupados com o tema e a promoção de debates com a participação dos mais diversos segmentos da sociedade civil interessados na cadeia produtiva dos suínos.

Deverão ser subsidiadas com pareceres, informações técnicas, e dados estatísticos, as iniciativas legislativas de interesse da sociedade no que concerne ao tema, em especial aquelas voltadas à produção e comercialização de suínos em Mato Grosso do Sul, incentivando o desenvolvimento da cultura de suínos no Estado.

A Frente Parlamentar também poderá agregar suas finalidades com representantes governamentais e não governamentais que atuem em áreas de contato com a suinocultura, conforme dispuser regulamento próprio. O coordenador será o deputado Renato Câmara, autor deste requerimento.

O deputado Renato Câmara justificou sua proposta. “Propor, acompanhar e discutir a cadeia produtiva de suínos em Mato Grosso do Sul, já que o Estado é conhecido com um dos melhores produtores de carnes do País, que exporta cerca de US$ 800 milhões por ano, e tem na suinocultura um dos segmentos de maior expansão nos últimos dez anos. Devemos então aproveitar este momento propício para criar uma frente que se proponha a atuar e lutar pelo desenvolvimento e fortalecimento da suinocultura em nosso Estado”, concluiu.

MOMENTO

Apesar dos produtores de suínos do terem sofrido com diversas dificuldades no ano de 2018, com embargo da Rússia ao produto brasileiro, greve dos caminhoneiros, aumento nos custos de produção e queda no preço da proteína, Mato Grosso do Sul se manteve em um ritmo competitivo no mercado da suinocultura, com 176.912.925 quilos de carne produzida, ficando com a 8ª posição no ranking nacional de produção e na 7ª em exportações para o mercado internacional.

Segundo a Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), a produção em 2018 também obteve índices positivos, com crescimento de 20,12%, passando de 147 milhões de quilos em 2017 para 176,9 milhões de quilos no último ano. São cerca de 174,8 mil toneladas e 1,8 milhões de cabeças abatidas no ano de 2018, que tem ligada à cadeia produtiva 129 empresas que geram mais de 16 mil empregos, produzindo mais de R$ 16 bilhões em produção. O MS tem uma produtividade acima da Média Nacional com 74.706 matrizes, 34 propriedades, Crechários em 21 propriedades que somadas possuem 127.700 espaços (capacidade), já na Terminação são 287 propriedades com 681.740 de capacidade.

plugins premium WordPress