Samu sofre com falta de materiais e Marcelo Mourão intercede

-

Em ofício endereçado ao secretário municipal de Governo e Gestão Estratégica, Henrique Sartori de Almeida Prado, o vereador Marcelo Mourão (Podemos) pede que o administração destine recursos do Fundo Municipal de Saúde para atender ao SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), com a aquisição de materiais de consumo, muitos em falta atualmente na unidade local.

O vereador pede que a partir de R$ 100 mil destinados Fundo de Saúde através da emenda do deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB), a Prefeitura avalie a possibilidade de atender a necessidade do SAMU de Dourados com a aquisição dos materiais destacados “em quantidades suficientes para a continuidade dos trabalhos ou, se assim entender, que faça a destinação dos valores correspondentes para que a unidade de atendimento diligencie pela compra direta dos produtos”.

No ofício ao secretário, Marcelo Mourão relaciona materiais como luvas de procedimentos todos tamanhos P, M e G e observa que não há no estoque nenhuma unidade no tamanho G. Pede também máscaras descartáveis, máscaras N95, abocaths = 24, 22, 20, 18 (com estoque zerado); cateter tipo óculos; eletrodos (recebendo doação atualmente) e agulha 40×12, atualmente comprando com recursos próprios e/ou recebendo doação.

Relaciona ainda Descarpack 13 l; seringas: 20ml, 10ml, 5ml, 3ml (poucas unidades); gaze tipo queijo; gaze compressa; sabão líquido; detergente líquido; esponja de limpeza; saco branco para chão; saco lixo hospitalar; hipoclorito (estoque zero, trabalhando com doações); água oxigenada; aventais M e G; e aventais de tamanho extra grande (poucas quantidades disponíveis).

“Com certeza, o atendimento desta solicitação contribuirá sobremaneira para melhorar o atendimento prestado à população por este importante serviço público. Esperamos contar com a compreensão e colaboração da gestão municipal”, diz Marcelo Mourão.

VEJA TAMBEM

MS em Foco. Todos os direitos reservado.