Silas Zanata solicita pontes à Secretária de Obras Públicas. (Foto: Assessoria)

Na sessão ordinária desta da semana passada (2), o vereador Silas Zanata (Cidadania) solicitou ao governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), ao secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, ao comandante geral do 3º Batalhão da Polícia Militar em Dourados, tenente-coronel Carlos Silva, ao deputado estadual José Carlos Barbosa, o Barbosinha (DEM), e ao deputado estadual Marçal Filho (PSDB), solicitando providências visando a instalação de um posto policial no distrito de Indápolis.

“Nesta propositura externamos o pedido dos moradores do distrito de Indápolis, que necessitam de um posto policial para atender a demanda do distrito, no entanto, enquanto não concluir a instalação, solicito para que aconteça a realização de ronda e policiamento ostensivo, principalmente no período noturno. Como legisladores temos que priorizar a segurança pública como um dos fatores fundamentais de valorização e garantia da vida e da propriedade, fazendo-se necessário, dessa forma, a intervenção deste Poder Legislativo para solicitar as devidas providências, a fim de garantir a segurança dos moradores”, comentou o vereador.

Silas apontou que, pela falta do posto policial permanente, a ronda é de extrema importância, pois o distrito está a uma distância considerável do centro de Dourados e pessoas tem se aproveitado da ausência da polícia para praticar crimes, como roubos e assaltos, além de direção perigosa, deixando a população apreensiva. “Destacamos ainda o crescimento do uso de drogas ilegais, vitimando especialmente os jovens e a certeza da falta de estrutura policial que é um incentivo inconteste as práticas criminosas diversas. Salientamos que um posto policial irá coibir a prática de atos ilícitos, protegendo os moradores de vários tipos de delitos cometidos e atuando prontamente, também, no combate ao tráfico de drogas naquele distrito”, ressaltou.

Pontes

Já para a prefeita de Dourados, Délia Razuk, e à secretária municipal de Obras Públicas, Marise Bianchi Maciel, foi solicitado a substituição da ponte de madeira por concreto no Travessão do Torto no distrito de Vila Vargas e também no Travessão da 5ª linha, sobre o córrego Laranja Lima, região de Indápolis/Vila Vargas.

A preocupação de Silas é por conta do transporte de grãos sobre as pontes, já que a colheita de soja se inicia em breve, deixando o fluxo de veículos mais intenso. “Sabe-se que a má conservação das pontes reflete diretamente no custo do transporte e na qualidade do produto transportado e acabam por causar danos aos veículos, e às vezes até impossibilitam o tráfego, ocasionando a utilização de rotas mais longas e maior consumo de combustível. Também influencia diretamente na educação, pois dificulta o acesso dos alunos ruralistas até as escolas nos centros urbanos. Estas pontes necessitam ser trocadas em caráter de urgência, uma vez que encontram-se deterioradas e não suportam mais o trânsito existente”, comentou.