A Caravana da Saúde, que teve início na segunda-feira (17.06) e segue até o dia 5 de julho, no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian, continuará com os atendimentos no feriado e no fim de semana, sem nenhuma interrupção.

Apesar do feriado prolongado, quando sexta-feira será ponto facultativo para muitos órgãos, escolas e empresas, a Caravana seguirá o fluxo normal de atendimento. Na sexta-feira as primeiras cirurgias já começam a ser realizadas, conforme agendamento dos pacientes.

O maior programa de saúde do Estado já realizou mais de 5 mil procedimentos oftalmológicos em três dias de atendimento. Até o fim da manhã de hoje (19.06) já tinham sido registrados mais de 5,1 mil  exames e consultas (1,2 mil). Também já estavam agendadas 920 cirurgias: 673 de catarata, 155 de yag laser e 92 de pterígio.

“Os números vão crescendo a medida que as consultas e exames são realizados. A intenção é que ninguém fique sem atendimento. Os trabalhos não serão interrompidos no feriado e nem mesmo no fim de semana”, disse o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

A expectativa é realizar 2 mil cirurgias, 24 mil exames e 8 mil consultas. Nessa edição da Caravana  apenas a especialidade oftalmológica será oferecida.

“A caravana não tem feriado e nem sábado e domingo. Estamos aqui em tempo integral, todos os dias para fazer o melhor atendimento a essas pessoas. Começamos às 6 horas e só paramos no fim do dia, às 18 horas”, disse o médico oftalmologista que atende na Caravana da Saúde, Diogo Garcia.