O Mato Grosso do Sul ultrapassou neste final de semana a marcas de 500 pessoas mortas pela pandemia.(Foto: Saul Schramm)

A pandemia em Mato Grosso do Sul vem avançado consideravelmente, com registro de 17 novos óbitos em 24 horas, levando o Estado a apresentar um total de 509 vítimas fatais da doença. Diante do cenário alarmante, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, reforça que o maior ato de amor nos dias dos pais, comemorado hoje, é o distanciamento social.

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde de Saúde divulgado na transmissão ao vivo, deste domingo (9), Mato Grosso do Sul possui 31.344 casos confirmados de coronavírus, dentre os 144.080 casos notificados.

Em 24 horas, foram contabilizados 637 novos exames positivos, sendo que deste total 441 casos são de Campo Grande. Atualmente, 508 pessoas estão internadas, mais 6 de outros estados, sendo 298 em leitos clínicos e 216 leitos de UTI.

Isolamento SocialEm Mato Grosso do Sul, o índice de isolamento social continua longe dos patamares ideais. O Estado está entre os piores estados do país em termos de distanciamento, com 37,7%. A Capital, hoje epicentro da doença, registra taxa de isolamento de 37,2%, a 24ª entre as demais capitais do país com o pior resultado.

ProsseguirO secretário Geraldo Resende e a secretária adjunta, Christine Maymone, ressaltaram o funcionamento e a importância do programa Prosseguir, na tomada de decisões dos gestores municipais. “Precisamos construir consensos entre a secretaria do estado e a secretaria do município”, afirmou Resende.“É feito com base técnica e é a decisão é do município, segundo legislação do sistema único da saúde. Temos que trabalhar muito, 24 horas, como estamos trabalhando”, reforça Christine.

Boletim SES

Ana Brito, SubcomFoto: Saul Schramm