A vacinação ficou estendida até o dia 14 de junho, sexta-feira passada. A Campanha Nacional terminou em 31 de maio. (Foto: A. Frota)

A vacinação contra a gripe que estava aberta até o dia 14 de junho registrou em Dourados uma cobertura vacinal de pelo menos 90% do público-alvo, estimado em mais de 80 mil pessoas, no contexto da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2019. Isso porque, nestas duas semanas de vacinação aberta, foram contadas as doses aplicadas aos grupos de risco estabelecidos para estatística da campanha.

Conforme dados do Núcleo Municipal de Imunização, da Secretaria de Saúde, a Campanha Nacional teve 72,6 mil doses aplicadas nas pessoas que compõem os grupos de risco em Dourados. Foram vacinadas 14.729 crianças (alvo 17.910), 6.272 trabalhadores em saúde (alvo 7.545), 1.974 gestantes (alvo 2.918), 382 puérperas (alvo 480), 11.161 indígenas (alvo 16.376), 21.207 idosos (alvo 18.231), 3.476 professores (3.736) e 10.784 pessoas da população com comorbidades (alvo 13.169).

“Com 3 mil pessoas além do público esperado, destaca-se a participação dos idosos em buscar a imunização. Esta parcela foi em busca da dose e estão de parabéns. É muito importante a participação”, disse Edvan Marcelo Moraes Marques, do Núcleo.

A vacinação ficou estendida até o dia 14 de junho, sexta-feira passada. Entre as doses remanescentes que ficaram disponibilizadas após o fim da campanha, mais de 4 mil pessoas foram vacinadas.

“O que devemos ter em mente é que, mesmo com o fim da campanha, não quer dizer que estamos livres da doença. Continua sendo necessários cuidados diários de cada um para que o vírus não passe adiante”, ressalta Edvan.

Entre estes cuidados, a população pode frequentemente lavar as mãos com água e sabão, principalmente depois de tossir ou espirrar, e quando tossir ou espirrar cobrir o nariz e a boca, não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal, não usar medicamentos sem orientação médica e procurar atendimento médico para tratamento adequado.