Digitalização de serviços públicos está entre legados da pandemia em Mato Grosso do Sul

-

A transformação digital no serviço público teve um boom nos meses mais críticos de pandemia da Covid-19. Para manter a prestação de serviços à população, evitar aglomerações e prevenir o contágio da doença, muitos atendimentos que eram presenciais migraram para os meios digitais. 

“A inovação e modernização do Estado sempre foi prioridade, para reduzir a burocracia e facilitar o acesso das pessoas aos serviços públicos”, afirma o governador Reinaldo Azambuja. 

Em Mato Grosso do Sul, o aplicativo MS Digital, por exemplo, teve seu lançamento antecipado em razão da pandemia. Em um ano de oito meses de lançamento, a plataforma reúne 86 serviços públicos de 19 áreas distintas. O número de usuários cadastrados já soma 61 mil. 

Entre os serviços já integrados à plataforma, estão o Portal da Transparência; Procon com pesquisas de preço e denúncias online; Saúde com a emissão de carteirinhas de vacinação; Nota Premiada; Meio Ambiente com autorizações de pesca e licenciamento ambiental; Mulher MS com consulta de delegacias mais próximas, denúncias e solicitação de medidas protetivas online; e Servidor Público que dá acesso a informações da vida funcional e ao clube de benefícios.  

A educação foi outro setor afetado radicalmente pela pandemia. Neste sentido a SGI também desenvolveu o EDUCA MS, aplicativo voltado a simplificar a vida dos professores e gestores escolares com funcionalidades como registro de frequência e planejamento. 

No início de 2021, a Fundação do Trabalho lançou o MS Contrata +, nas versões para trabalhadores e para empregadores. A ferramenta, que tem despertado interesse de gestores de outras unidades da federação como Rondônia e Acre, promove o encontro entre quem busca uma oportunidade com quem oferta a vaga. Em dez meses de lançamento, a plataforma conta com mais de 62 mil currículos cadastrados, segundo a Funtrab. 

Responsável pelo desenvolvimento de diversas ferramentas tecnológicas no Governo do Estado, a Superintendência de Gestão da Informação tem incorporado a tecnologia na solução de problemas cotidianos, e além de trabalhar no desenvolvimento de novos projetos atua na melhoria das ferramentas já existentes. 

VEJA TAMBEM