Dourados vai ter seu potencial industrial transformado com a chegada de uma nova linha de transmissão de energia elétrica, podendo atrair novos empreendimentos e indústrias para a cidade. O anúncio foi feito pelo deputado estadual Barbosinha (DEM-MS) após se reunir com o diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhais e alguns coordenadores da Concessionária de energia MS.

O município passa a ter energia necessária para aumentar o abastecimento da cidade e para o desenvolvimento de atividades industriais, na avaliação do parlamentar. “Esta é uma grande conquista para a nossa cidade. Temos feito uma intensa articulação institucional, enquanto parlamentar, com os diversos agentes setoriais – políticos, privados e governamentais – pensando na melhoria do desenvolvimento da nossa Dourados e na atração de investimentos para diversos setores que incidem no dia a dia dos douradenses”, detalhou o deputado.

Em março deste ano diretores da empresa NeoEnergia já haviam informado que as obras de incremento de energia elétrica em Mato Grosso do Sul abrangeriam a construção de 613 quilômetros de novas linhas de transmissão de 230 kV, contemplando 15 municípios sul-mato-grossenses como: Anaurilândia, Batayporã, Caarapó, Nova Andradina, Terenos, Campo Grande, Dourados, Ivinhema, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Jaraguari, Laguna Carapã, Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante e Taquarussu. A construção deve ter início agora, em julho de 2019 e a sua conclusão está prevista para agosto de 2022.

Os linhões já foram aprovados no CECA (Conselho Estadual de Controle Ambiental) e licenciada pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).